Itens com a tag dicas .

E-mail corporativo: cinco erros que devem ser evitados

 

O e-mail corporativo é uma das ferramentas mais utilizadas no ambiente profissional como suporte importante para a comunicação entre funcionários, gestores, clientes e inclusive, entre departamentos. Por se tratar de um importante instrumento, o uso do e-mail exige cautela e atenção. Erros de português, linguagem inadequada, uso para fins pessoais, são algumas características que contribuem negativamente com a imagem do funcionário dentro da empresa. Há ainda outros erros mais comuns cometidos em e-mails de trabalho, e que devem ser evitados. Fique atento!

 

- Linguagem: ao redigir um e-mail a profissionais que você não conhece, use um tom cortês, pois é a imagem do remetente que ficará em evidência. No ambiente corporativo mantenha um padrão, a elegância sempre deve nortear as relações;

- Objetividade: invista na elaboração de textos objetivos, claros e diretos. O recomendado é escrever e-mails mais curtos, para evitar gerar interpretações diferentes;

- Utilização: ao responder e enviar um e-mail para muitas pessoas na mensagem, verifique se há a necessidade real de envolvê-los;

- Escrita: o e-mail corporativo não deve utilizar as abreviações típicas dos programas de bate papo, como “vc”, “qdo”, “tb”. Fique atento na utilização de letras maiúsculas e pontuação, muitas vezes as letras maiúsculas podem ser interpretadas como bronca, exigências ou o início de uma discussão. Erros ortográficos poderão levar as pessoas a questionar a qualidade do seu trabalho;

- Organização: Organize suas caixas de entrada e saída de forma que possa acessar e consultar seus arquivos de e-mails com mais facilidade e simplicidade.

Reuniões mais produtivas – como não errar!

 

As reuniões de trabalho fazem parte do dia a dia nas organizações. Muitas vezes, estes encontros se tornam ineficazes e, sem apresentar efetivamente, soluções. E para que isso não ocorra, existem algumas dicas para antes e durante uma reunião, e ainda alguns comportamentos que devem ser evitados para garantir mais produtividade. Confira as dicas:

Pré-reunião:

  • Faça a pergunta: essa reunião é realmente necessária? Um simples e-mail ou telefonema resolveria o assunto?;
  • Ao convocar uma reunião, considere o dia, hora, local e verifique se todos os participantes estão de acordo com a agenda;
  • É importante que todos estejam preparados e saibam a pauta que será discutida.

Durante a reunião

  • Seja pontual, esteja atento ao horário e local da reunião;
  • O encontro deve facilitar a democracia e a participação de todos os integrantes do grupo, motivando-os a opinar e propor ideias;
  • Evite verificar as chamadas ou e-mails no celular ou tablet, respeite os colegas que estão expondo suas ideias;
  • O início e o término da reunião devem ser respeitados conforme o acordado;
  • Assuntos paralelos e divagações sobre outros assuntos devem ser evitados;
  • Deve-se chegar a conclusão do tópico que está sendo debatido, para depois partir para a discussão de novos assuntos;
  • Definir uma pessoa que será responsável por registrar os principais itens (ata) da reunião e que posteriormente, será enviado a todos os participantes;
  • Seja flexível ao se expressar e ao ouvir novos pontos de vista. Só o faça depois que os outros as tenham expressado;
  • Mantenha a reunião ativa, sem desviar-se do tema. Garanta que seja rápida, com exposições curtas. Sendo necessário, intervenha quando alguém quiser falar muito ou com demasiada frequência.

Imposto de Renda 2015 – Chegou a hora!

 

Entre os dias 2 de março a 30 de abril, o contribuinte brasileiro terá o prazo para entregar a declaração do Imposto de Renda 2015. Assim como todos os anos, a Receita Federal aconselha os usuários a declararem o quanto antes, para assim, garantirem a restituição ainda no primeiro lote.

 

A declaração deste ano sofreu uma correção de 4,5% em relação ao ano passado, e agora, passa a ser obrigatória para as pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 26.816,55 em 2014. Há a obrigatoriedade na declaração aos contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja a soma tenha sido superior a R$ 40 mil no último ano.

 

O IR é obrigatório também para quem obteve, em qualquer mês de 2014, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito a incidência do imposto, ou realizou operações em bolsa de valores, de mercadorias e de futuros.

 

A forma de declaração continua sendo feita pela internet, com o programa de transmissão da Receita Federal (Receitanet), por meio do certificado digital online. Há ainda, a opção de utilizar o serviço exclusivo para tablet e smartphone. Assim como nos anos anteriores, não serão aceitas as declarações via disquete nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal.

 

Fique atento! O contribuinte que entregar a sua declaração depois do prazo ou ainda não declarar, estará sujeito a pagar multa de 1% ao mês ou de acordo com os dias atrasados da declaração, que será calculada sobre o total do imposto do IR, ou ainda, uma multa mínima de R$165,74. Por isso, antecipe-se e separe alguns itens básicos para a sua declaração, entre eles: Informes de Rendimentos (os emitidos pelos bancos, salário, aluguéis ou outras rendas), recibos de plano de saúde e de mensalidade escolar, e por fim, não se esqueça de anexar a declaração de imposto de renda emitida no ano anterior.

 

Para mais informações, acesse o site da Receita Federal e confira todos os detalhes - http://www.receita.fazenda.gov.br

Carnaval – suas histórias e dicas

Carnaval – suas histórias e dicas

 

Há quem diga que o Carnaval surgiu na Roma antiga, onde haviam festas para homenagear o Deus Saturno: eram as chamadas saturnais. As escolas ficavam fechadas, os escravos eram soltos e as pessoas saíam às ruas para dançar.

 

No Brasil, com influência das festas carnavalescas da Europa, ocorriam desfiles de rua, nos quais as pessoas usavam máscaras e fantasias, e ainda decoravam seus carros e saiam em grupos. Com o passar dos anos, cresceu e tornou-se popular com as marchinhas carnavalescas.

 

No século XX, surgiram as primeiras escolas de samba no Rio de Janeiro e em São Paulo, trazendo esses grandes desfiles cheios de beleza e brilho. Já no Nordeste, especialmente na Bahia, manteve-se o costume do carnaval de rua, incluindo a animação dos trios elétricos.

 

Divirta-se. Mas com cuidado!

- Beber bastante água e sucos naturais é essencial para manter o pique durante a festa;

- Procure fazer refeições leves, como saladas ou lanches naturais, evitando frituras ou comidas pesadas e gordurosas. Frutas são ótimas para aquele período entre as refeições;

- Prefira usar roupas leves, sandálias baixas e tênis;

- Ao sair de casa, leve apenas um documento com foto e o dinheiro necessário;

- Ao sair em grupo de amigos, marquem um ponto de encontro, caso alguém se perca, principalmente se estiver fora da sua cidade.